Na noite da última terça-feira, 22/12, a equipe técnica do Programa de Educação Ambiental do Porto do Rio Grande acompanhou a reunião comunitária que aconteceu no Bairro Santa Tereza, organizada pela Associação de Moradores e DNIT, que teve como objetivo principal a apresentação do projeto de duplicação da BR 392, referente ao trecho 4, que abarca justamente a área onde está situado aquele bairro.

IMG_20151222_204907324A reunião contou com uma presença significativa de moradores que, após a exposição da proposta do projeto, colaborou na identificação dos possíveis impactos da obra de duplicação na vida da comunidade. A proposta do DNIT é que os problemas identificados possam ser considerados no processo de redefinição e ajustes do projeto, buscando levar em conta a manutenção da cultura do lugar e a não redução da qualidade de vida da população.

O DNIT comprometeu-se em realizar reuniões periódicas na intenção de continuar o diálogo e manter a comunidade permanentemente informada sobre o encaminhamento das demandas apresentadas neste primeiro encontro. Com a estratégia do envolvimento comunitário na fase de concepção do projeto de duplicação, o DNIT pretende evitar que problemas de mobilidade e segurança, por exemplo, sejam percebidos já com a obra concluída, situação esta que ocorreu em outros trechos da duplicação.

Vale ressaltar o papel ativo que polícia comunitária assumiu na divulgação e apoio desta reunião, a exemplo do que já ocorreu na Vila Mangueira.

A equipe do ProEA/DMASS colaborou na discussão levada a cabo, relatou experiências de debates similares em outras comunidades, apresentou informações técnicas sobre soluções para a questão da mobilidade, bem como colocou-se a disposição da comunidade para acompanhar  as próximas reuniões.

Anúncios