O combate ao mosquito Aedes Aegypti não para no Porto do Rio Grande. O caráter de projeto continuado, e que ganhou o nome de Juntos no combate ao Aedes aegypti, confirma a política de tolerância zero da instituição no âmbito do Plano de Intensificação de combate aos cenários de proliferação de vetores.

Dessa vez foi o Arrastão do Bem que aconteceu na área primária do Porto Novo. Com a proposta realizar uma intervenção com maior abrangência possível, os educadores ambientais do ProEA fizeram parceria com os empreendimentos que estão na área operacional do cais e visitaram todos os setores e espaços de trabalho durante o dia de ontem.

Com o diferencial que não foi só o ProEA/DMASS que realizou essa abordagem, mas os próprios operadores portuários que disponibilizaram alguns de seus colaboradores para caminhar junto no cais, batendo de porta e porta e conversando com todos, entregando material didático sobre o tema e promovendo um diálogo direto com colegas trabalhadores – o que torna o processo de conscientização ainda mais efetivo.

20160318_09500020160318_10003220160318_10383720160318_10260520160318_100516DSCN0605DSCN0603DSCN0609IMG-20160318-WA0002CONCENTRAÇÃO (5)

Anúncios